Wednesday, December 04, 2013

TEN Digital (EN)

We invite you to watch TEN Digital´s Institutional Presentation. Your feed-back will be highly appreciated. Looking forward.



Monday, December 02, 2013

TEN Digital (PT)


Convido a conhecer a apresentação institucional da TEN Digital criada em Prezi e postada na You Tube. Seu feed-back será muito apreciado.

Saturday, November 30, 2013

BCockpit´s Logo


Please vote for your prefereable choice. We are defining the colours of BCockpit´s logo. 





Blue = Blue Ocean




Blue/Green = Blue Ocean + Wealth Creation




Green = Wealth Creation



The shape is basically done. The round shape represents that we are all equal. We are connected and interdependent forever regardless of our awareness, knowledge or action inside the system. The 3-point star means the infinite. The 3 points are our wealth creation pillars: trust, value and network. The higher they are, the better results one will achieve much sooner. We expect that every user of BCockpit will become the CNO - Chief Networking Officer of his/her own valuable network and will be able to create wealth beyond their ever thought limits. Stay tuned and follow our page on Facebook!




Friday, November 29, 2013

Black Friday 2013

bf2013

PROMOÇÃO VÁLIDA ATÉ 3 DEZEMBRO DE 2013 (3a)

Pacotes FlyersNormalBF 2013**
5R$ 800R$ 500
10R$ 1.450R$ 900
15R$ 2.050R$ 1.275
20R$ 2.550R$ 1.600
* JPG & HTML
* Links incluidos
Pacotes PreziNormalBF 2013**
1R$ 2.500R$ 1.500
3R$ 6.750R$ 3.750
5R$ 10.000R$ 6.000
** - Valores Líquidos


Tuesday, November 26, 2013

Fricol - Startup Weekend São Paulo

Agradeço pela honra e pelo privilégio de ter trabalhado com a equipe da Fricol por 48 horas durante o Startup Weekend 2013 - São Paulo de 22 a 24 de Novembro de 2013.



Aprendi muito com meus co-workers (pela ordem ao meu lado), a saber, Thiago Marinello, pela sua capacidade de vender idéias, de formar a equipe e entendimento tecnológico da solução, Jessé Nákel, pela sua criatividade e agilidade, Ricardo Mendes pela suas habilidades como desenvolvedor multiplataforma, Paola Matsuro, pelo estilo suave de gerenciar o projeto com foco e acuracidade na implementação, Samia Yodog, pela capacidade de síntese criativa nas apresentações e Fátima Souza Lima, pelas contribuições multifuncionais aliadas a sua sólida experiência empreendedora.

Acredito muito que o mercado Brasileiro tenha forte demanda pela proposta única de valor da Fricol. Vale a pena o esforço de ajustar o modelo de negócios e descobrir o "pulo do gato", que nos impediu de conquistar a vitória nessa oportunidade. 

Que DEUS abençoe a todos nós! — com Samia Yodog e outras 3 pessoas.

Wednesday, October 30, 2013

Ovo ou Galinha?

Quando falamos em empreendedorismo tecnológico, voltamos sempre a eterna questão do que vem primeiro: o ovo ou a galinha, i.e, o produto básico ou o aporte financeiro para tal.


Numa situação tão imprevisível quanto um start-up de base digital em que tudo está ainda no campo das premissas, das hipóteses e das probabilidades, fica muito difícil mensurar e avaliar as potenciais taxas de risco e/ou sucesso de um empreendimento. Qualquer cálculo sobre valuation é na melhor das hipóteses considerado como um "best gut feeling". 

Por vezes, o empreendedor tem todos os elementos para empreender, i.e., dedicação total, pesquisa prévia de mercado com clientes-alvo, identificação clara de demanda ainda não atendida, garra, confiança no projeto, equipe tecnicamente capaz a ser contratada, todo o business plan e projeções financeiras devidamente feitos. Falta a ele apenas o capital inicial para pagar o desenvolvimento de uma ferramenta beta que prove o seu conceito.

E é aí que entra a velha estória do ovo ou da galinha. O investidor-anjo não quer aportar capital sem um MVP - Minimum Valuable Product. Na medida em que o mercado de tecnologia está aquecido com escassez de mão de obra no mercado, poucas equipes estão aceitando participar do negócio em troca de equity pelo desenvolvimento do MVP/Beta. E o empreendedor necessita desse aporte para bancar uma equipe de primeira linha para apresentar um MVP robusto o suficiente para merecer respeito e atenção logo na primeira demonstração. Se o empreendedor não for um tremendo desenvolvedor, o ovo nunca sai. E assim, o tempo passa e a oportunidade única corre o risco de parar nas mãos da concorrência.  

Na verdade, a questão maior não é ter nem o MVP/Beta ou o capital. O cemitério de start-ups está lotado de fracassos de empresas muito bem apoiadas financeiramente mas sem o menor compromisso com a implementação e/ou rápida adaptação à nova situação de mercado.

O mesmo é válido para iniciativas corporativas que nunca vingaram apesar da origem famosa. Vejamos alguns exemplos recentes no mundo da Internet: Facebook Lite (tentativa do Facebook em competir com Twitter), BranchOut (tentativa do Facebook em invadir o espaço conquistado pelos usuários do LinkedIN) e Google Wave (iniciativa do Google, para qual até hoje não entendi para o que veio ao mundo).

Se apenas o aporte de capital que contasse, nenhum empreendimento jamais fracassaria. Nem estaríamos assistindo ao maior colapso de um grupo econômico no Brasil nos tempos modernos.

A verdade, meus senhores e minhas senhoras, é que o que faz de um empreendimento um sucesso é o próprio Fundador da empresa. A história está repleta de exemplos dos Bill Gates (Microsoft), Michael Dell (Dell), Jeff Bezos (Amazon), Mark Zuckerberg (Facebook) e o sempre lendário Steve Jobs (Apple), apenas para citar os mais famosos, em respeito a todos os demais que merecem nossa estima e consideração pelos seus feitos. 

Esse é o ponto principal. Avalie o brilho no olhar do empreendedor principal, o quanto ele já está sofrendo para colocar aquela idéia em prática e o quanto mais ele está disposto a pagar para tal. Observe seus verdadeiros valores e motivações por detrás do empreendimento. Qual é o verdadeiro propósito, escalabilidade, viralidade e geração de receita recurrente do empreendimento uma vez que a fase crítica tenha sido vencida. Se você sentir que ele é o cara e talvez o único cara capaz de implementar aquela excelente idéia, então pode preparar o cheque e começar uma relação de longo prazo com aquele empreendimento.

Wednesday, September 18, 2013

Tuesday, September 17, 2013

Agradecimentos ao CVG-RJ

Agradecemos ao CVG-RJ, na pessoa do seu Presidente, Marcello Hollanda, pela oportunidade de apresentar a palestra "CNO - Chief Networking Officer & Redes Sociais" aos seus distintos Associados e amigos.


A apresentação está disponível àqueles que atenderam a palestra e está protegida por id/senha, que foram informadas durante o evento. 

Por favor fique a vontade para comentá-la abaixo. Seu feed-back é muito importante para nossa melhoria contínua.

Antecipadamente agradecido,

Octavio Pitaluga Neto
TEN - Top Executives Net
CNO - Chief Networking Officer
Skype: octaviopitaluga


Monday, September 09, 2013

Palestra na CVG-RJ

Temos o prazer em convidar para palestra "Chief Networking Officer & Redes Sociais" no CVG - Clube de Vida em Grupo RJ dia 17 Setembro às 8h30. Por favor confirme já sua presença. Vagas limitadas!



PROGRAMA
  • Gestão de População
  • Fórmula da Riqueza
  • Empresa Rede Social
  • Gestão de Redes de Negócios (GRN)
  • Networking x GRN
  • Modelo Japonês
  • CNO - Chief Networking Officer
  • Perfil Ideal do CNO
  • Programa GRN
  • Benefícios da GRN
  • Caso de Sucesso na Europa
  • Redes Sociais
  • Infográficos
  • Blog Corporativo
  • Rede Social Corporativa
  • Ação Integrada nas Empresas
  • Dicas
  • Oportunidades



Saturday, August 03, 2013

Sem CV

Sou empreendedor há 10 anos. Não vejo um contra-cheque desde Junho de 2001. Nessa caminhada, aprendi a sobreviver, a desenvolver minha estratégia de Oceano Azul (Blue Ocean) e a usar das mídias sociais para posicionar e apresentar com absoluta transparência minha proposta única de valor. 


Olhando para trás, vejo que trabalhei para diversas grandes marcas ao seu tempo mas que não mais existem. Vamos as três principais empresas dos meus dias de executivo corporativo:

1. Kanematsu-Gosho: uma das top 10 trading companies Japonesas (conhecidas como "soogoo-shooshas" na época. Tinha 100+ escritórios no mundo, dezenas de unidades de negócios e um faturamento de U$ 100 bilhões/ano. Depois da fusão com a Mitsubishi, passou a se chamar Sojitsu. A marca KG não existe mais.

2. Ceval Alimentos: Foi a 23a maior empresa do Brasil na lista de 500 Maiores da Exame em 1995, quando lá ingressei. Depois de vendida por diversas vezes, sua estrutura industrial e operacional pertence a Cargill hoje. A marca Seara, que eu gerenciei quando das exportações de partes congeladas de frango para o Japão, foi preservada.  

3. 3C Communications S/A: subsidiária do Grupo Tele2 especializada em processamento de transações eletrônicas de cartões de crédito. O grupo resolveu vender a empresa em 2007, quando a marca 3C se perdeu. 

Venho atuando na minha própria marca registrada, TEN - Top Executives Net ®, desde 2006. Construi na Internet através da regular atuação nas redes sociais, uma forte correlação entre meu nome pessoal, marca TEN e o conceito do CNO - Chief Networking Officer, que cunhei mundialmente no Wikipedia. Esse sim é o meu CV e forma como me apresento nas reuniões de negócios. 

Conclusão: seu nome é a sua principal marca. Qualquer pessoa pode construir e gerenciar sua(s) própria(s) marca(s) sem depender de quem quer que seja hoje em dia com o advento da Internet e redes sociais. Basta saber usar do ferramental.

Finalizo convidando a conhecer meu CV no Vizify, que agrega informações públicadas em várias redes sociais para apresentar meu perfil profissional. Recomendo!

Sunday, July 28, 2013

Tipos de Coachees

Nossa experiência têm nos abençoado com diversos tipos de Coachees, clientes de Coaching. Todos esses profissionais tiveram forte indicação para iniciar o programa de imediato. Vejamos os principais tipos:


1. Carreira

  • Desenvolvimento: profissional está (a) insatisfeito com sua carreira no momento ou (b) apesar de satisfeito, ambiciona novos níveis de responsabilidade e desafios.
  • Transição: por alguma razão, o profissional foi feito redundante na organização e busca uma aceleração de carreira.  
  • (Re-) Definição: destinado a jovens que ainda tem muitas dúvidas sobre qual carreira escolher ou mesmo para profissionais mais maduros mas que ainda não encontraram sua paixão no trabalho. Por vezes entendido como Vida ou Self. 


2. Negócios
  • Empreendedorismo: profissional quer empreender, possui uma idéia mas precisa de apoio para transformá-la num negócio efetivo.
  • Expansão: empresa já está faturando mas precisa expandir (a) suas vendas, (b) sua ação geografica seja no Brasil e mesmo no exterior e/ou (c) ao adicionar mais valor ao seu portfólio. 


3. CNO - Chief Networking Officer
  • Herdeiros: pessoas que receberam um grande legado e responsabilidade mas que se encontram temporariamente perdidas diante da tremenda miríade de opções ao seu redor. Geralmente, esses profissionais já possuem uma sólida rede de relacionamentos, basta focar no que realmente quer e usar sabiamente dos recursos existentes na network.
  • Novos CNOs: profissionais que querem desenvolver uma carreira e/ou negócio baseado no conceito do Chief Networking Officer. Não importa a idade, sexo, nível educacional, momento de vida e nem tamanho, nem qualidade da rede de relacionamentos atual. Basta apenas confiar e implementar a metodologia do CNO. 

Se o leitor se identificou com algum desses perfis, teremos o maior prazer em ajudá-lo a focar e implementar um plano de ação efetivo rumo a um cenário de maior sucesso do que o atual.  

Que DEUS abençoe sempre!

Monday, July 22, 2013

Educado ou Educado?

Em Português, usamos a palavra Educação com duplo sentido. No primeiro, mais tangível (Education in English), nos referimos a educação formal na qual o individuo recebe diplomas e certificados que atestam determinado nível de conhecimento. No segundo, tratamos da educação informal (Politeness in English), no qual o indivíduo é orientado a respeitar a si mesmo e aos demais em sociedade. 


Apesar de todo o debate que existe no Brasil sobre a importância e necessidade da educação formal e da qualificação da mão-de-obra para o trabalho, principalmente se compararmos aos elevados níveis observados nos países do Hemisfério Norte, não creio que nosso problema esteja nesse ponto. O Brasileiro é suficientemente inteligente e criativo para aprender e inovar o que quer que seja muito rapidamente

Lamento perceber ao longo de minha experiência profissional, o grande número de vezes em que encarei claros indícios de falta de educação por pessoas que:

1. Quebraram sua palavra sem o menor pudor
2. Rasgaram contrato
3. Não cumpriram compromissos. Furavam constantemente.
4. Falharam nas entregas
5. Não respeitaram seu tempo nem o dos demais
6. Mentiram desvergonhadamente
7. Não dizeram nem sequer "obrigado" e nem "por favor".
8. Não assumiram seus erros
9. Não pediram desculpas pelos mesmos
10. Não responderam a telefonemas ou mensagens conscientemente.

Terminarei a lista com 10 pontos sabendo que o leitor poderá gentilmente nos lembrar de muitos mais. Ao fazer isso e de forma tão contínua a ponto de se tornar um (péssimo) hábito, as pessoas estão inconscientemente quebrando sua própria cadeia de valor. O pior é que ao ter qualquer uma dessas atitudes, ela estará quebrando a cadeia de valor da pessoa a qual desrespeitou. E isso poderá gerar um efeito dominó na sociedade que depois será conhecido pelo singelo nome de "cultura".

Teoricamente, é muito mais fácil educar um cidadão a cumprir os 10 pontos acima do que investir na educação formal de um PhD em Física Avançada. Entretanto, na medida em que toleramos essa atitude nos outros e a repetimos em nossas vidas, propagamos a constante falta de educação que assola o Brasil.

Lembrem-se da Fórmula da Riqueza: Valor x Aceleração. Se ao quebrar seu valor e o dos demais constantemente, ele tenderá a zero. Zero versus qualquer coisa é igual a zero. Assim, estaremos na verdade transformando potencial riqueza em eterna pobreza.

Por fim, lamento perceber que muitos líderes despreparados mas apaixonados pelo poder não hesitam um só instante em cometer todos os pecados listados acima em apenas poucos minutos na esperança de obter vantagens pessoais. Ao assim fazê-lo, eles enfraquecem a todos.

Peço humildemente que pensem 2 vezes antes de cometer qualquer dos delitos acima para que possamos nos tornar uma Nação verdadeiramente grande em todos os sentidos e possamos, assim, ocupar o espaço que nos é reservado na economia mundial.

Muito obrigado!


Friday, June 21, 2013

Legado

Legado é valor. É uma herança que se recebe e/ou que se passa adiante. Pode ser tangível como dinheiro, propriedades ou intangível como nome, marca ou História. Somos responsáveis pelo legado que recebemos. Devemos deixar um legado para gerações futuras. É o nosso início e o nosso fim. 



Isso posto, qual é o seu legado? O recebido? O a ser doado? Esses são questionamentos aparentemente simples mas de uma tremenda profundidade. Vejamos os dois tipos então. 

Quanto ao legado recebido, quais são os valores recebidos? Mesmo que não seja possível mensurar de forma tangível, TODOS recebemos um diamante único e especial chamado TALENTO. Esse é o seu primeiro legado. Que seja o único, então. Que seja o seu ponto de partida. 

Se a lista for enorme, tanto melhor. Entretanto, maior é a responsabilidade em multiplica-lo e fazer com seja fonte para outras pessoas ávidas por construir o seu próprio. Atraia os visionários. Inspire-os. Motive-os. De propósito as boas causas que merecem vencer. 

Faça uma lista dos seus legados e determine sua prioridade. Em seguida, pergunte-se o que posso fazer com eles? Quais são seus benefícios aos demais? Como acelerar a divulgação dos mesmos a todos? Faça um plano e coloque-o em ação. Mapeie sua rede de relacionamentos. Comunique sua proposta de valor segundo os interesses e motivações de cada um dos stakeholders. Implemente todas as etapas do processo. Revise-o e monitore os resultados. 

Dedique-se de corpo e alma à sua edificação. Viva sua paixão intensamente. Convide um número crescente de pessoas a participar do processo. Todos são bem-vindos e podem fazer a diferença de alguma forma. 

Doe. A cada instante. Mesmo que ainda não esteja pronto, pois, talvez, nunca venha realmente a estar pronto. O quanto antes melhor. Para que possa saborear a infinita alegria de ser uma agente positivo de mudança na vida das pessoas. Que essa alegria seja a sua recompensa. Essa é a sua linha de chegada. Valerá a pena ter vivido por ela. 

Conclusão: qual é o seu legado recebido? Qual é o seu legado a ser doado? 

Que Deus abençoe sempre essa linda caminhada!


Sunday, June 09, 2013

Oceano Azul

Convidamos a conhecer a Estratégia do Oceano Azul (do livro original "Blue Ocean Strategy" de W. Chan Kim e Renée Mauborgne). 



Em apenas 3 linhas, ele se resume a:

  • Criar espaço de mercado não disputado
  • Tornar a competição irrelevante
  • Criar e capturar nova demanda

É bem verdade que parece bem mais fácil dizer do que fazer. O fato é que criar e oferecer produtos e serviços que ainda nem foram demandados e testá-los rapidamente no mercado para ver quão exponencial suas vendas podem ser é simplesmente uma aplicação prática da Fórmula da Riqueza: Valor x Aceleração.

O valor tem duas naturezas: a) tangível (qualidade, preço, atendimento, entrega, embalagem, etc...) e b) intangível (marca, reputação, ética, moral, compromisso, honra, respeito, etc...). A aceleração reside na capacidade de viralizar sua proposta única de valor dentro de sua rede de negócios usando de todas estratégias integradas de marketing, seja no mundo real, seja no mundo digital.

Oceano Azul nos fala da singularidade (uniqueness), i.e., o que é aquilo que só você sabe fazer da forma como você sabe faz e que é amado e desejado por milhões de ávidos consumidores dispostos a adquirir sua oferta rapidamente? Na resposta para essa pergunta reside a sua estratégia de riqueza. Seja você pessoa física ou jurídica.   

Vejamos o exemplo prático baseado nos grandes jogadores de futebol:
1. O que eles fazem? 
Dribles desconcertantes, jogadas inteligentes, gols lindos, vitórias emocionantes, títulos e mais títulos que alegram seus fãs e que impressionam mesmo aos derrotados. 
2. O que eles vendem? 
Ingressos, camisetas, artigos de merchandising dos clubes, produtos/serviços de seus patrocinadores,  direitos de transmissão de mega eventos, apenas para citar alguns dos principais itens.
3. Para quem eles se apresentam? 
Para todo ser humano apaixonado por futebol. A FIFA tem mais países registrados do que a própria ONU. Já existe uma máquina de marketing totalmente integrada com todos os canais de comunicação do planeta ao redor do futebol. Futebol vende. E muito.  
4. Qual é o seu legado?
Inspirar todas gerações a seguir seu (bom) exemplo.

Se você não é um craque da bola, forjado após milhares de horas de árduo treinamento, refinado e comprovado nos gramados do mundo inteiro e capaz de suportar pressão para decidir nas horas críticas, qual é a sua singularidade e estratégia de oceano azul afinal?

Temos certeza de seu diamante está pronto para brilhar. Basta apenas apararmos as arestas do seu valor único e compartilharmos a boa nova com o mundo. Amém!

Sunday, May 26, 2013

Missão ou Emprego

Toda pessoa nasce com uma missão única e grandiosa, cuja conquista deixará um legado que inspirará as futuras gerações.  


Entretanto, nossa experiência com Coaching têm nos ensinado que poucos profissionais possuem essa real percepção de valor próprio. A grande maioria é orientada para obter e manter um emprego que garanta seu conforto e segurança, ainda que temporariamente. Nem que o indivíduo tenha que passar por diversos ciclos de transição de carreira ao longo de sua vida profissional. 

Empregos são super importantes, logicamente. Contudo, acreditamos existir uma grande e fundamental diferença entre o emprego tipo "troco-tempo-conhecimento-por-remuneração" e o emprego que "adiciona-valor-minha-carreira-ao-estar-alinhado-com-minha-verdadeira-missão-de-vida".

Orientamos nossos clientes de carreira a SEMPRE montar sua estratégica de aceleração focando exclusivamente na opção b. A mesma permite que o Coachee se programe mentalmente para dar saltos de qualidade de forma consistente e regular. A implementação da estratégia em si é por si só fator de motivação necessário para perseverar com tranqüilidade mantendo foco nas metas definidas, mesmo em momentos de tormenta.

Lembre-se de que você nasceu para brilhar. Mesmo que para isso tenha que passar por altas temperaturas e pressões que lapidarão seu diamante interior para que cumpra sua missão de vida. Que DEUS abençoe sua cuidadosa escolha ao usar dos recursos conquistados para lograr êxito nesse desafio. Amém!

Sunday, May 19, 2013

Brilho diferenciado no olhar


Os campeões se diferenciam dos demais pela intensidade do brilho do seu olhar.



Nossa experiência como coach de carreira, negócios/empreendedorismo e CNO - Chief Networking Officer nos ensinou que o coachee, que realmente salta para o próximo nível, é aquele que está mais comprometido com o processo de mudança e tem uma atitude vencedora diante do mesmo.

Na medida em que o coach, seu comprometido com o coachee e sua metodologia são os mesmos, percebemos que aqueles clientes que realmente confiam em si mesmos, em primeiro lugar, dão um voto de confiança ao programa e prontamente implementam o que foi acordado na sessões, são os que efetivamente passam a controlar sua vidas de forma a cumprirem o destino para o qual verdadeiramente nasceram.

Atualmente, antes de iniciar um programa de coaching, estamos muito mais preocupados em saber o quão faminto o coachee está por brilhar intensamente. Não bastam palavras de boas intenções. É preciso que exista aquele brilho diferenciado no olhar desde o primeiro momento. 

Feito isso, toda jornada para o descobrimento desse novo EU muito mais estruturado e fortalecido para grandes vôos é um tremendo prazer tanto para o coachee quanto para seu coach. Da formação dessa efetiva parceria é que se dá a real construção de riqueza que beneficiará a todos stakeholders que gravitam ao redor do cliente. 

Que seus olhos continuem a brilhar intensamente na medida em que refletem a grandiosidade de sua alma e do seu coração.

Saturday, May 11, 2013

10 Commandaments of Chief Networking Officer


I. Be transparent. Transparency builds trust. People who trust in people are those who  become stakeholders around your career and / or business. 

II. Aggregate and share value constantly. Wealth Formula: Value x Acceleration. Value lies in your offering to the market. Acceleration is the ability to viralize this offering to meet the specific demands of your network. 

III. Organize yourself. Everyone has a network whether it is mapped out or not. 

IV. Expand your contacts daily. You do not relates more to an individual anymore but to his/her entire and extended network. 

V. Communicate regularly. You are responsible for managing and serving your network. 





VI. Sow good. We are all interdependent. Domino effect. Cause-Consequence.

VII. Know yourself. So you can understand others. Every individual is a series of codes, values, experiences, dreams and ambitions. 

VIII. Identify wealth. Everyone carries a potential opportunity. 

IX. Appreciate the differences. That is the commonst thing in life. 

X. Avoid conflicts to the most. If there are any, sort them out as fast as you can. If you can not build value, do not take any longer. 


Friday, May 10, 2013

10 Mandamentos do Chief Networking Officer


I. Seja transparente. Transparência gera confiança. São pessoas que confiam em pessoas e se tornam stakeholders ao redor de sua carreira e/ou negócio.

II. Agregue e compartilhe valor constantemente.  Fórmula da Riqueza: Valor x Aceleração. Valor está na sua oferta ao mercado. Aceleração está na capacidade de viralizar essa oferta ao atender a demanda específica de sua rede de relacionamentos.

III. Organize-se.Toda pessoa tem uma rede de relacionamentos, esteja a mesma bem mapeada ou não.

IV. Expanda seus contatos diariamente. Você não se relaciona mais com um indivíduo mas com toda sua rede de relacionamentos ampliada.

V. Comunique-se regularmente. Você é responsável por gerenciar e servir sua rede de relacionamentos.




VI. Semeie o bem. Somos todos interdependentes. Efeito dominó. Causa-Conseqüência.

VII. Conheça a si mesmo. Assim poderá entender os demais. Todo indivíduo representa uma série de códigos, valores, experiências, sonhos e ambições.

VIII. Identifique riquezas. Toda pessoa traz consigo uma oportunidade em potencial.

IX. Aprecie as diferenças. É o que mais existe nessa vida.

X. Evite conflitos ao máximo. Se existirem, resolva-os os mais rápido que puder. Se não puder construir valor, não demore.


Tuesday, May 07, 2013

Coaching: quando iniciar?

Muitos dos meus potenciais coachees me perguntam, antes de iniciar o programa de Coaching, quando é o melhor momento para começar. Alguns me chegam com a questão de insatisfação na carreira e, mesmo, ameaça de perda de emprego. Ainda assim, muitos deles hesitam em dar o primeiro passo acreditando que alguma coisa fortuita acontecerá amanhã e todo o cenário mudará sem a necessidade do programa.


Sinceramente? Adoraria que a vida fosse assim. Felizmente, ou infelizmente, as coisas tendem a acontecer de forma bem diferente. A pergunta que faço nessas horas é:
  1. Ainda que seja colocado por 30s diante de uma pessoa super importante que poderá mudar sua vida completamente, você tem o seu "elevator pitch" pronto e altamente vencedor?
  2. Seu résumé e carta de motivação estão prontos para ser enviados a qualquer potencial empregador com a certeza de que despertarão interesse para uma entrevista?
  3. E quando chegar na hora da entrevista, você tem absoluta confiança de demonstrar de forma clara e concisa quão valiosa sua contribuição para a empresa será?
  4. Seu business plan está pronto para motivar um investidor a aportar na sua idéia de negócio? 
  5. Você tem absoluta certeza de quem é hoje e de onde quer chegar em 5-10 anos? 

Se você tem respostas positivas para todas essas perguntas, PARABÉNS!

Do contrário, talvez seja o caso de considerar que, na verdade, você está um pouco atrasado nesse processo. Principalmente, se já tiver passado dos 30 anos. Nossa experiência nos ensinou que muitos bons profissionais de elevado potencial, simplesmente "perderam a passada" em algum momento. Eles seguem adiante na esperança de que aquele "toque mágico" voltará em breve. Entretanto, na medida em que o tempo passa e os resultados não aparecem, a ansiedade começa a tomar conta. Principalmente porque, em geral, outros fatores como, e.g., relacionamento familiar e desafios financeiros começam a falar mais alto. 

Talvez seja esse o momento de confiar num profissional experiente que ajudará a redefinir seu "verdadeiro e melhor EU", trará novas ferramentas que estruturarão a implementação bem-sucedida de seu plano de carreira e/ou negócios. A vida é muita curta para se hesitar diante da vitória. 

Que DEUS abençoe sua decisão nesse sentido. 

Sunday, April 21, 2013

Saturday, January 05, 2013

Virtual CNO Coaching


We defined the responsibilities of Chief Networking Officer worldwide on Wikipedia. In order to attend a strong demand for CNOs, we have prepared the following virtual coaching program:



Program:
- Prepare CNO to lead a team- Build up a BNM - Business Networks Management team
- Social networks training

- Goals definition- Stakeholders network analysis- Existing stakeholders segmentation- Structuring of ideal network- Expansion of ideal network (constant action as a habit)- Organize solid referrals and testimonials- Register success cases- STP: Segmentation, Target e Positioning before each stakeholder- Specific communication within the network- Strategic planning (online on Internet and Social Networks & real world)- Action calendar preparation- Implementation and monitoring

Format:
- Only CNO - Chief Networking Officer or CNO and BNM key-leaders team. - Virtual (via Skype/Webconference)- Packages: 12h or 24h- Tool: Mind Map (Free Mind – download)- 1-2h/week- Flexible time schedule